Espanha 3 / Workaway

Para quem acompanha nossas viagens e está acostumado com as nossas narrativas, essa é a segunda de uma série de viagens que faremos em outro formato, mas sem perder nosso espírito aventureiro, nosso amor pelas duas rodas e um pouquinho do nosso “Indian Program”.
A partir de agora sempre que você ler /workaway ao lodo do título será uma viagem de voluntariado, que poderá ser cultural, homestay, farmstay, working holiday, aprendizagem de idiomas, assistencial, ou o que vier pela frente.
Você deve estar se perguntando, mas o que é Workaway?
Literalmente é trabalhar fora, mas é também a principal comunidade do mundo para viagens sustentáveis e intercâmbio cultural.
Depois de se filiar a esse site, você tem acesso a milhares de lugares em todos os cantos do mundo, onde poderá se oferecer para algum tipo de trabalho em troca de hospedagem e alimentação.

...Continuando nossa voagem a Europa, nosso terceiro destino Workaway foi em Atzeneta de Maestrat, na região de Castellon, Valência – Espanha.

Conhecer Pierre e Joaquina foi incrível. Trabalhar para eles foi muito prazeroso. Toda alegria já começava pela manhã quando tomávamos café. Parecíamos uma grande família. Além do casal anfitrião tivemos o prazer de conviver também com Alessandra, uma menina uruguaia que também estava hospedada como voluntária e acabou se tornando nossa filha de estimação.
As refeições eram feitas todas juntas e neste momento todos contavam suas experiências de vida. Adoramos ouvir pessoas inteligentes e sensíveis. Apesar de poucos dias, parecia que já nos conhecíamos há anos. Realmente é uma proposta workaway. Aprender sobre a cultura basca, francesa e uruguaia foi engrandecedor.

Joaquina preparava maravilhosamente as refeições e quando chegávamos à mesa todos nós estávamos entusiasmados para comer suas delicias. Foi uma oportunidade para apresentar um pouco do Brasil e mostrar que também temos coisas muito boas. Esperamos ter incentivado a conhecer nosso País e um dia vir nos visitar em São Paulo e continuar trocando experiências incríveis. Muito difícil colocar em palavras o que vivenciamos nestes 15 dias. Deixa-los nos causou muita tristeza, deu vontade de ficar mais para agradecer o que aprendemos. Não podemos deixar de falar de Pico, um cachorro da raça Boxer que entende quatro idiomas, francês, espanhol, basco e o dele, é claro. Parceiro, amigo, carinhoso, não é à toa, foi educado por Pierre e Joaquina.

 Os passeios juntos eram sempre divertidos, uma extensão dos nossos dias de trabalho.

Obrigada Pierre e Joaquina por nos receber com tanto carinho e ternura. Uma grande amizade com certeza nasceu deste projeto.

Ah! Quase me esqueço de falar que aproveitamos também para conhecer alguns lugares como Ares de Maestrat, Cordoba, Valência, Sevilha...